COLETIVO

IMPROVISO

IMPROVISO COLETIVO

O Improviso Coletivo promove a prática da dança improvisada a partir de diversos estímulos, como o contato, a música, o próprio corpo e o corpo do outro, prática conhecida como jam. O projeto, iniciado em 2017 no Espírito Santo, é  produzido e mediado pela capixaba Gabriela Moriondo, já conta com 9 edições e alcançou mais de 250 pessoas ao longo de sua trajetória no estado.

A intenção do Improviso Coletivo é fomentar a investigação do movimento através da improvisação, da integração com outras linguagens do campo da arte, e provocar um novo olhar para a criação em dança contemporânea, pois suscita a reflexão e busca uma estratégia que visa o desenvolvimento de um trabalho de preparação corporal para a formação de indivíduos com corpos pensantes, sensíveis, inteligentes, dispostos a criar estimulados pelo contato, pela presença do outro, guiados pela sensibilidade do toque, do abraço, do acolhimento que dá suporte, apoio para o criador, para o intérprete e para quem quer que seja e que esteja disponível, aberto a novas descobertas e sensações.

A JAM, ao promover um espaço seguro, incentiva o despertar da imaginação, que oferece subsídios e proporciona elementos que auxiliam na expressividade artística.

Improviso Coletivo promotes the practice of improvised dance from various stimuli, such as contact, music, the body and others, a practice known as jam. The project, started in 2017 in Espírito Santo, is produced and mediated by the capixaba Gabriela Moriondo, already has 9 editions and has reached more than 250 people throughout its trajectory in the state.

The intention of the Improviso Coletivo is to put forward the investigation of the movement through improvisation, and through the integration with other artistic languages, provoking a new point of view within creation in contemporary dance, as it raises the observation and seeks a strategy that aims to develop prepared and thoughtful bodies which are willing to create stimulated by contact, by the presence of the other, guided by the sensitivity of the touch, the embrace that gives support, the incentive for the creator, for the interpreter or anyone who is available and open to discoveries and sensations.

The JAM, by promoting a safe space, encourages the awakening of the imagination, which offers elements that aid in artistic expressivity.

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9